Terça-feira, 26 de Abril de 2011
Steve Field

O peso da força

 

          João Tomás tem sido tema de análise nos últimos tempos por, injustamente, não ser opção não selecção. Muitos dizem que se encontra fora das opções por ter 35 anos. Outros dizem que é por ser do Rio Ave. Cá para mim é mesmo pelo BI. No futebol dos nossos dias, com excepção do campeonato Italiano, o BI conta muitos para os clubes, como se a qualidade se medisse pela idade de um jogador…

No entanto, do que poucos falam é dos que têm a infelicidade (será mesmo infelicidade?) de não ter uma estatura elevada e que por isso têm mais dificuldade em singrar. Quantos futebolistas não são excluídos por serem pequenos?

          Bem, esta resposta tem inúmeros exemplos que a comprovem. Tal como há muitos exemplos de jogadores que superam o seu físico e se tornam grandes jogadores. O melhor do mundo, Messi, até problemas de crescimento teve e tornou-se no mega jogador que é…Moutinho é actualmente o motor da grande equipa portista e é baixo...Ricardo Carvalho, não sendo propriamente um jogador baixo (1,83m) é considerado baixo para um central e no entanto é dos melhores centrais do mundo.

          A minha pergunta é: porquê considerar o físico um atributo para um futebolista?

          Vejamos o caso dos três artilheiros que iniciaram a época nos principais clubes portugueses: Cardozo – 1,93m, Falcão – 1,75m, Liedson – 1,75m.  Qual é o pior cabeceador dos três? O mais alto. Qual é o pior jogador dos três? O mais alto. Qual o que consegue menos segurar os centrais jogando de costas fazendo uso do corpo-a-corpo? Cardozo, o mais alto e mais forte. Curioso? Talvez não.

          Ainda no último Porto – Sporting, Falcão bem mais baixo que Torsigleri, chegou mais alto que este. Pelo físico seria impossível, mas consegui-o mais que uma vez. O timing de salto não se mede pelo físico. A impulsão não se mede pelo físico.

          Ou seja, aparentemente Torsigleri e Cardozo são os mais altos. No relvado, são mais baixos que Falcão ou Liedson. O futebol joga-se no relvado, não em centímetros. O poder da força não é superior ao poder do talento. Mudem as mentalidades, para bem do futebol.

 



publicado por Steve Grácio às 01:08
editado por Jorge Sousa às 14:24
link do post | comentar | ver comentários (4)


pesquisar neste blog
 
Equipa Minuto Zero'
Links
Também Tu Podes Participar!

Participa na Equipa Minuto Zero'

subscrever feeds
Arquivo

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010