Sexta-feira, 2 de Setembro de 2011
Voleibol à Sexta

Gilda, novamente em grande

 

          Nada como regressar à escrita a bater (ainda mais) no ceguinho: é uma coisa de que gosto, sobretudo quando tenho mais que razão para o fazer.

          A seleção sénior feminina disputará, hoje - sexta - e amanhã, a eliminatória para o Torneio de pré-Qualificação para os Jogos Olímpicos de 2012. Sim, a seleção portuguesa tem uma tal qualidade que, enquanto os homens disputam a Liga Mundial, as meninas - já lá chegamos - têm que ver se estão aptas a chegar à fase pré-eliminatória dos JO. É mais ou menos como estar no piso -4.

          Eu podia ficar por aqui. Cascar nos péssimos resultados que a equipa liderada por Gilda Harris far-me-ia feliz, mas porquê parar agora? Já aqui comentei várias vezes a predisposição da técnica para preencher com criancinhas o espaço destinado a jogadoras do plantel. Desta vez, no entanto, tenho que dar crédito à senhora: excedeu-se e conseguiu, numa convocatória de 12 atletas, incluir 7 séniores. São progressos, meus senhores, são progressos - o facto de duas dessas séniores terem subido de escalão no último ano é um mero pormenor.

         

Para melhorar a coisa um bocadinho mais, as pequenas nascidas em 1996 e 1997, que faziam parte da pré-convocatória, até foram deixadas de fora desta viagem à Áustria - agora, a «nossa» benjamim tem 16 anos, vejam bem. É quase uma senhora!

 

          Algo tem que mudar - e muito - na direção técnica desta seleção. Deixa de ser admissível tal brincadeira com a representação de Portugal no panorama internacional. As equipas de cadetes e juniores devem servir como experiência e formação para jovens atletas promissoras: esse papel não pode continuar a ser da seleção sénior.

          Mais ainda: seria bom que as atletas séniores chamadas à seleção tenham, de facto, qualidade para lá estar. Que tal apostar em jogadoras das equipas de topo do campeonato nacional? Nem o CD Ribeirense nem o CA Trofa têm qualquer jogadora no plantel convocado. E, sim, são apenas os dois primeiros classificados do ano transacto. Mesmo o CS Madeira, terceiro, tem apenas uma atleta convocada...

          Parece-me, ainda assim, que isto só mudará quando Gilda Harris decidir - ou decidirem por ela - ir para um sítio onde fizesse falta. Em última análise, e porque eu sou um ás da economia, isto é brincar com os fundos que a Federação Portuguesa de Voleibol tem para o projecto. É pagar a viagem à Áustria a 12 atletas mais comitiva para irem ver vistas, já que qualquer vitória poderá ver-se... pelo telescópio.

 

by Sarah Saint-Maxent

Esta crónica foi escrita ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

 



publicado por Sarah Saint-Maxent às 00:10
editado por Minuto Zero em 11/11/2011 às 11:05
link do post | comentar

pesquisar neste blog
 
Equipa Minuto Zero'
Links
Também Tu Podes Participar!

Participa na Equipa Minuto Zero'

subscrever feeds
Arquivo

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010