Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

28
Jun11

Steve Field

Steve Grácio

         1 – E mais uma vez, um título para a Espanha em futebol. Já começa a ser habitual e os factos valem por si mesmo: a Espanha domina o futebol actual, quer a nível de selecções quer a nível de clubes. Ao ver a selecção sub-21 que venceu o europeu da categoria parece que temos um déjà vu tal é a semelhança com a selecção principal. Tal semelhança só revela o excelente trabalho que tem sido desenvolvido em Espanha, um exemplo a seguir por todos. Isto é, todas as selecções da Espanha (tal como no Barcelona) têm um modelo de jogo comum. Assim, existe uma identidade única que só traz vantagens: traz resultados a curto e longo prazo. A curto prazo porque face à qualidade do modelo surgem resultados. A longo prazo porque os jogadores mais novos chegam à selecção principal e já vão adaptados pois a maneira de jogar é a mesma. Portugal devia de seguir o exemplo da sua vizinha. Com a qualidade dos nossos atletas, os resultados apareceriam a longo prazo. Mais do que qualidades individuais, fazem-se campeões pela criação de uma identidade. A fidelidade a essa identidade irá trazer resultados.

Quanto aos valores desta selecção, o Tiago já os exprimiu, pelo que não o voltarei a fazer. O que é certo é que a selecção principal tem matéria-prima para muitos e bons anos, pelo que se prevê que a onda de bons resultados continue.

Destaque ainda para a selecção vice-campeã, a Suíça, que apresentou um excelente futebol e uma consistência defensiva exemplar com apenas golos sofridos na final. Na Suíça, com menos recursos técnicos que nós, trabalha-se muito e bem, pelo que os resultados, uma vez mais, aparecem. Esta selecção é a mesma que se sagrou campeã mundial de sub-17. Sucessos maiores na selecção principal em perspectiva.

 

         

         2 – No domingo fiquei até tarde acordado para assistir a uma grande partida de futebol. O México venceu a Gold Cup ao bater os EUA por 4-2, mesmo depois de estar a perder por 2-0. Esta selecção Mexicana tem uma excelente equipa. Em 2014 se mantiver esta organização brilhará no mundial do Brasil. Tem de trabalhar mais a organização defensiva, é certo, mas do meio campo para a frente são do melhor que há. Cada ataque, por norma, causa perigo. Uma selecção a seguir com jogadores muito bons, como Giovani dos Santos, que fez uma exibição perfeita na final, coroada com um golo monumental. 

 

 

         3 – Não podia terminar este texto sem referir, ainda que de modo breve, o torneio de Wimbledon. Infelizmente, tenho acompanhado pouco (é o que dá ser a Sporttv a transmitir). Vi hoje o grande jogo entre Nadal e Del Potro. Quanto a mim, sem ser Federer, na relva apenas Del Potro, actualmente, consegue travar o espanhol. Como Nadal venceu e como temo que Federer não esteja no seu melhor nível ou se estiver que irá claudicar mentalmente frente a Nadal, prevejo (mais) uma vitória do espanhol. Espero estar errado, espero ver Federer no auge do seu potencial para travar Nadal. Um torneio para seguir a par e passo daqui adiante.

 

by Steve Grácio

4 comentários

Comentar post