Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

28
Out10

Steve Field

Minuto Zero
O jogo de Vieira

Há umas semanas atrás ouvi o presidente do meu clube pedir aos seus fantásticos adeptos que não comparecessem aos jogos fora da equipa como forma de protesto contra as arbitragens sofridas pelo Benfica. Algo que me deu vontade de rir.
Este boicote é, no mínimo, ridículo. E é ridículo fundamentalmente porque serve para tentar encobrir o fraco início de época do Benfica, muito aquém do que se previa e do que deveria de ser pelo maior investimento de sempre pois, tirando o jogo de Guimarães, o Benfica não tem razões de queixa da arbitragem. O causador dos maus resultados do início de época deve-se, em exclusivo, ao Benfica.
Fonte: Lusa
 Depois de ouvir o pedido de Vieira, questionei-me: não será mais vezes o Benfica beneficiado do que prejudicado? Não serão os clubes grandes maioritariamente favorecidos em comparação com os restantes? As respostas são claramente positivas. Quando há razões de queixa da arbitragem, não são da parte dos três grandes certamente.
Portanto, Vieira está a jogar com o poderio do Benfica. Sabendo que é o clube que leva mais adeptos aos estádios, sabendo que quando o Benfica joga os outros clubes encaixam sempre boas receitas, ele está a tentar, indirectamente, que a liga dê razão ao Benfica, ficando então o clube isento de culpas pelos maus resultados. É sempre mais fácil culpar os outros do que assumir responsabilidades. Este é um problema crónico do ser Humano.
Quanto aos adeptos, espero que continuem apoiar o seu clube nas deslocações fora. Apesar de ter visto poucos adeptos em Portimão, quero acreditar que não se deveu ao pedido de boicote do presidente. Os adeptos do Benfica são dos melhores essencialmente por nunca abandonar o clube. Quanto a Luís Filipe Vieira, gostava de o ver preocupar-se mais com futebol e com o sucesso encarnado do que em tentar tramar os outros e do que tentar encobrir fracassos. Se isso acontecesse, dificilmente o Benfica oscilava tanto de época para época. O Benfica precisava de um presidente para o futebol, não de um presidente para jogos de bastidores.

by Steve Grácio

2 comentários

Comentar post