Quarta-feira, 22 de Junho de 2011
Steve Field

1 – É a notícia do dia: Villas Boas abandona a sua “cadeira de sonho” e ruma aos milhões de Londres, num trajecto que, quer queira quer não, se assemelha ao seu mestre Mourinho. Villas Boas bem tenta desmarcar-se dessa ideia, mas o seu caminho segue de modo idêntico.

Hoje em dia, não há “cadeiras de sonho”, não há nada. Há sim dinheiro que seduz qualquer um. Não duvido que seja portista, mas no mundo actual ninguém pode jurar fidelidade a um clube, pois o dinheiro fala mais alto. Quem pensou o contrário, como acredito que muitos portistas o fizeram, é bastante ingénuo.

Agora, fala-se que Falcão e Moutinho rumarão a Londres com o “Special Two”. Caso se confirme, serão duas armas muitos fortes para o ataque à Champions, principal objectivo do clube, falhado por Mourinho. No entanto, com ou sem Falcão e Moutinho, não duvido do sucesso que Villas Boas terá no Chelsea, já que, como já afirmei bastantes vezes, é um fenómeno e não me espantaria muito que superasse Mourinho.

Segue-se Vítor Pereira no caminho do Porto. Uma aposta que certamente se deu por este conhecer os cantos à casa, mais propriamente aos jogadores. Não duvido que a preferência recaía em Domingos ou Jorge Costa, mas estes já têm clube. Assim, o novo técnico portista terá o desafio de continuar a vencer, algo que naquele clube todos parecem conseguir. Vítor Pereira certamente irá vingar no Porto e irá ser mais um dos bons técnicos que o nosso futebol tem.

2 – Aconselho a quem gosta de futebol a acompanhar o campeonato europeu de sub-21. Amanhã irão realizar-se as meias-finais. A favorita Espanha medirá forças com a Bielorrússia, ao passo que Suíça e República Checa jogam a outra meia-final. Estas duas últimas são as sensações da prova pelo futebol apresentado. Os Checos são provavelmente o maior destaque por terem eliminado a Inglaterra, uma das favoritas à conquista final. Sábado haverá a final e o encontro que irá ditar o terceiro lugar e acesso aos jogos olímpicos (não era suposto haver atribuição de terceiro lugar, só irá haver por eliminação precoce da Inglaterra. Caso a Inglaterra tivesse sido apurada, como é anfitriã da competição, os 3 lugares estariam preenchidos. Assim, com a Inglaterra já apurada por ser anfitriã, terá de haver um encontro para decidir o outro apurado para além dos finalistas). Assim, irei tentar debruçar-se sobre esta competição na próxima semana.



publicado por Steve Grácio às 02:53
link do post | comentar

1 a zero:
De João Perfeito a 22 de Junho de 2011 às 15:28
Sendo bisneto dum aristocrata da monarquia, nascendo num berço de ouro lamento esta atitude de Villas-Boas. Um homem que sempre teve tudo e que mesmo assim lutou por ser ele próprio a construir o seu sucesso pessoal. No fundo esta notícia é triste. O Porto é superior ao Chelsea. O Porto é melhor tacticamente que o Manchester. O Porto é cabeça-de-série. O Porto tinha tudo para ir à final e ser campeão europeu contrariando este capitalismo selvagem do futebol actual. A minha projecção é que esta notícia é má para Porto, Chelsea e Villas-Boas. Villas-Boas porque apesar de tudo está a crescer depressa demais e ir para o Chelsea sem fazer um único jogo na Champions não é positivo. Daqui a um ano certamente estaria melhor preparado. E no Porto tinha mais hipóteses de ser campeão europeu que no Chelsea. Para o Porto porque ve assim renegana uma nova geração de ouro com pergaminhos europeus e vê drasticamente diminuida a capacidade de dar o primeiro passo rumo ao olimpo do futebol ao ver paralelamente diminuida a capacidade de destronar o tic-taca culé no confrontado entre os maiores gigantes da península ibérica. Para o Chelsea porque espera o campeonato e no mínimo uma meia-final da Champions, ambicionado igualmente uma Taça nacional. As expectativas estão demasiado altas e Villas-Boas não tem ainda o pedigree necessário para fazer KO em 38 combates dolorosos que terá pela frente. O próprio Mourinho esperou ser campeão europeu, aumentou as suas capacidades, adquiriu experiência europeia e deposi sim brilhou e tornou-se especial. Villas-Boas sendo descendente de Mourinho e sendo visto como salvador do Chelsea rumo ao retorno da hegemonia em terras de sua magestade não terá oportunidade para falhar e falhando os milhões de Abramovic certamente escolheram outro timoneiro para guiar o barco do Chelsea.

Esperando mais um ano- O Porto voltava a entrar na história do futebol Mundial, o Chelsea contratava um treinador mais apetrechado e aí com capacidade de ver, chegar e vencer e Villas-Boas em vez de ganahr 5 milhões de euros passava a ganhar 7 ou 8 e sim ai talvez o reinado de Ferguson fosse mais uma vez interrogado.

Não concordo com a tua ideia de que o dinheiro fala mais alto. Pensar exclusivamente do dinheiro limita-nos e no fundo prova que este capitalismo selvagem tem os seus graves problemas. Talvez por isso o Chelsea não tenha o poder que os seus milhões reflectem. Talvez por isso o Manchester City tenha um orçamento 73,333333 vezes superior ao Braga e seja eliminado por equipas que o Braga elimina a jogar 60 minutos com menos um. Talvez por isso o Barça, o Manchester e o Porto dominam o futebol nos seus diversos países enquanto Real, Chelsea e Benfica esbanjam dinheiro. Talvez por isso o Villareal com 47 mil habitantes conseguiu ficar em 2º num campeonato espanhol à frente da melhor equipa individual da história do futebol: Barça (Milito, Puyol, Abidal, Touré, Yaya Touré, Xavi, Iniesta, Deco, Ronaldinho, Messi, Henry, Eto'o, Giovanni dos Santos, Bojan krickic)

É por isso que no futebol as ideias e a cultura táctica prevalessem sobre o imediatismo que o dinheiro parece nos querer dar. Por isso e para mal do futebol português é de lamentar esta notícia.

QUanto à questão de superar Mourinho- concordo contigo mas com estas atitudes poderá ser mais difícil.

Já agora esta semana também não terás em modo Wimbledon?


De Steve Grácio a 22 de Junho de 2011 às 16:04
João, nao sei se me fiz entender. nao disse que concordava com o que ele fez, disse que hoje o dinheiro fala mais alto. é um facto.
mas nao concordo com algumas coisas que disseste. o porto podia estar bem, mas o chelsea já é um grande, tem mais hipótese lá...agora é certo, tem mais pressão.
ainda não estou, mas daqui a uns dias estarei. adoro o torneio, para mim esse e o US são os que mais gosto, apesar de concordar que o de Roland Garros seja o melhor.


De João Perfeito a 23 de Junho de 2011 às 00:35
Não eu não estava a dizer que tu concordavas. Estava a dizer que não concordava com tu dizeres que o dinheiro elvolve tudo. Afinal no futebol ainda há exemplos de pessoas que abdicam de dinheiro. Quanto ao Chelsea, penso que em 2011/2012 seria pior que o Porto se Villas-Boas se mantivesse cá.

Tem estado bons jogos, a velocidade da relva aumenta a capacidade técnica- pena é vermos tantos aces e menos sustentação de bola. Mas não se pode ter sol na eira e chuva no Naval.


Comentar post

pesquisar neste blog
 
Equipa Minuto Zero'
Links
Também Tu Podes Participar!

Participa na Equipa Minuto Zero'

subscrever feeds
Arquivo

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010