Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

11
Jun11

Notas de Fim-de-semana

Minuto Zero

     1. Nos últimos dias Fabio Coentrão tem estado no centro das atenções, dentro e fora de Portugal, depois das polémicas declarações acerca da sua saída para o Real Madrid.

     Como resultado, jogador conseguiu apenas prejudicar a sua carreira, bem como o clube ao qual está contratualmente ligado, afastando possíveis interessados, mas também prejudicando a sua relação com a direcção encarnada.

     Para o Benfica, face à necessidade de receitas provenientes da venda de jogadores, o negócio de Fábio Coentrão seria, em princípio a principal fonte de rendimento esta temporada. Os 30 milhões fixados como clausula de rescisão, permitiriam por exemplo manter no plantel jogadores como Óscar Cardozo ou mesmo Carlos Martins, por ora segundas escolhas para gerar receitas, sendo que a venda dos seus passes não deveria passar dos 20 milhões (no caso do primeiro) e 6 (caso do segundo), soma que não chegaria para aos números de Coentrão.

     As declarações de Coentrão, frisando que somente sairia para o Real Madrid, afastam a possibilidade de concorrência de outros colossos europeus, deixando caminho aberto para uma negociação mais favorável aos merengues. Estas declarações, podem custar ao Benfica mais de 5 Milhões de euros... o próprio agente do jogador, Jorge Mendes, sai prejudicado do negócio.

     Com esta situação, criada pelo próprio jogador, a sua permanência na luz torna-se incomportável, sendo o processo levantado inteiramente justo. Ao contrário do que foi dito por Joaquim Evangelista (Presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais), em mais uma das suas desnecessárias e infundadas declarações, o comportamento de Fabio Coentrão, não corresponde de modo algum à defesa dos seus próprios interesses pessoais, enquanto jogador, visto que agora, não só irá prejudicar o Benfica, que continua a ser o clube ao qual está ligado, mas também fecha as portas a outros clubes que não os madrilenos.

     Do lado do Real a situação é totalmente favorável: Coentrão não é sequer, principal alvo de mercado neste momento, estando as atenções viradas para a contratação de um avançado. Para além disso, existe Marcelo, boa opção para a lateral-esquerda, secundado pelo polivalente Arbeloa. Os meregues estaram dispostos a avançar com cerca de 23, 24 milhões, bem aquém dos 30 fixados contratualmente como clausula de rescisão.

     O resultado de toda esta novela de Verão será, por fim, a saída de Fábio rumo a Espanha, por valores bem mais interessantes para o Real Madrid do que para o Benfica, sendo que os encarnados terão depois de encontrar solução para substituir Coentrão, previsivelmente pela contratação de um jogador com valor de mercado entre 3 a 6 Milhões de euros... curiosamente a diferença entre o que o Real oferece e os tão falados 30 Milhões de euros.

     Olhando todo este raciocinio, não terá sido do interesse do Real Madrid todas estas declarações? O próximo passo do Benfica deve ser claramente, investigação dos factos, apresentando posteriormente, uma queixa bem fundada, nas instituições responsáveis, nomeadamente na FIFA.

 

 

 

 

 

 

     2. Começa este Sábado mais uma edição do Europeu de Sub-21, na Dinamarca. Mais uma vez sem presença da selecção nacional, entram em campo 8 equipas na busca de um troféu, o qual tem perdido claramente nos últimos anos, alguma reputação e crédito.

Cada vez mais se fala em torneios sub-20 e sub-17, como locais ideais para prospecção de grandes valores, colocando o torneio sub-21, mas também o torneio Olímpico de sub-23, não como torneio de esperanças, mas como provas nas quais, jogadores com carreiras iniciadas à 3,4 temporadas mostram o seu valor aos seleccionadores AA. Já nenhum clube de top espera por estas idades para avançar para a aposta num jogador, esta, é feita logo à passagem para a idade adulta.

 

     Em destaque, na edição 2011, antes mesmo de entrar em campo, Inglaterra e Espanha surgem como grandes favoritas, na teoria, à conquista do troféu.

     Mais uma vez, Espanha apresenta-se com uma equipa recheada de grandes valores, a maior parte já verdadeiramente confirmados como jogadores de grande nível, outros, tentando ainda lançar em definitivo as suas carreiras.

     Nomes como Javi Matinez (Bilbao), Mata (Valência) ou Diego Capel, são, desde à algum tempo, membros do lote de escolhas da selecção AA espanhola. Outros, como De Gea (Atlético Madrid), Parejo (Getafe), Aspilicueta (Marselha), Ander (Bilbao) ou mesmo Bojan (Barcelona), puderam também a esse nível a curto prazo.

     Para além destes, surgem ainda jogadores à procura de rotação internacional, com valor indiscutível, caso dos catalães Thiago, Jefren, Montoya ou do agora jogador do Atlético de Madrid Adrian.

     Do lado dos ingleses, uma seleção também ela recheada de valores já confirmados, como Smalling (Manchester), Hendersen (Liverpool), Rodwell (Everton), Welbeck (Manchester), Albringthon (Aston Villa) ou Sturrige (Chelsea).

     Para alem destes, surgem ainda jogadores como Phil Jones (recém chegado ao Manchester United), Delfoneso, Cleverley ou Kyle Walker.

 

     Resta agora ver o que valem, ao nível do relvado estas duas constelações, num torneio que reune ainda Dinamarca, Bielorrússia, Islândia, Rep.Checa, Suíça e Ucrânia.

 

By Tiago Luís Santos

1 comentário

Comentar post