Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

07
Mai11

A Guerra das Rosas

Pedro Salvador

Com as Finais à Porta

 

 

            As meias-finais estão já bem perto do fim e as minhas previsões da semana passada ainda não falharam, e tudo aponta para que sejam 100% correctas. O Porto já está na final (eliminou ontem o conjunto de Guimarães), e tem tempo para a preparar bem, sendo que o Benfica pôs em risco o seu apuramento ao perder ontem com a Académica por 71-68, ficando a eliminatória em 2-1 para os encarnados.

            A verdade é que este Porto está a ser um autêntico rolo compressor azul e branco a passear pela Liga de Basquetebol, vencendo tudo o que é equipa, ganhando a dois adversários muito complicados nos playoffs, e perdendo apenas um jogo na fase regular, de forma muito disputada, precisamente contra a Académica de Coimbra. O Benfica, por outro lado, está consideravelmente longe do seu rival do norte: fez uma época tristonha e, apesar de ter uma alta percentagem de vitórias na fase regular da LPB, não apresentou na grande maioria das vezes um basquetebol bem orquestrado, para não referir que perdeu por quatro vezes, sendo duas dessas contra os dragões, e outra contra a Académica, o seu adversário nas meias-finais. Por sua vez a Académica fez uma boa fase regular, em grande parte devido às exibições brilhantes de Matthew Shaw e Tommie Eddie, foi a única equipa a perder um jogo nos quartos-de-final, frente ao Ginásio Clube Figueirense, e agora tenta levar a melhor sobre os encarnados nas meias.

            As duas equipas estão ao rubro, o Benfica completamente motivado para reagir ao desaire de ontem com uma vitória expressiva e a Académica embalada pelo triunfo de ontem e por ter em sua posse o factor “casa”, faz me prever um jogo fantástico amanhã no Multiusos Mário Mexia.

            Mas, lá no fundo, é indiferente. Passe quem passe, o Porto mata. O playoff podia ter mais 5 eliminatórias que aquela equipa levava tudo a 3-0. Com uma equipa bem montada, com praticamente todos os portugueses que a constituem já com internacionalizações e com um monstro do basquetebol como é o Greg Stempin, aquela equipa muito dificilmente será derrubada. Muito mais se pensarmos que, com o formato de final a 7 jogos, o Porto tem maior probabilidade de jogar em casa o jogo decisivo, sendo que ficou melhor classificado na fase regular, começando ainda a final a jogar em casa, nos primeiros 2 jogos.

            Agora basta imaginar o ambiente que estará no Dragão Caixa, se o Porto precisar de um jogo para se sagrar campeão, e a final for, digamos, contra o Benfica. As hipóteses de o visitante ganhar nessas condições são quase nulas. A pressão do público sobre a arbitragem e sobre a concentração da equipa adversária iria surgir mais tarde ou mais cedo no jogo, e basta um minuto de falta de concentração para cair um triplo e um ou outro contra-ataque e o Porto já abriu uma distância considerável no jogo.

            Caso a Académica ou o Benfica queiram ser campeões nacionais, só têm uma coisa a fazer: ganhar os primeiros 2 jogos no Porto, onde os azuis e brancos podem ainda não estar a todo o gás por ser o início da eliminatória, para ter o quarto jogo decisivo em casa, onde essa pressão do público pode beneficiá-los a eles.

            De qualquer das maneiras, espera-se uma final emocionante, com as duas melhores equipas do basquetebol nacional a medirem forças no que serão os melhores jogos da época. O topo do basquetebol 2010/2011. Resta saber quem é que enfrentará o Porto...

5 comentários

Comentar post