Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

29
Abr11

Voleibol à Sexta

Sarah Saint-Maxent

Eu também falo de futebol, mas pouco

 

      Ontem fui ao futebol. Sim, o cliché: ver a meia-final da Liga Europa, entre o Benfica e o Sporting de Braga. Bem sei que é estranho estar a falar de futebol, mas tem uma razão de ser.

      Estava muito contente a ver bolas ao poste, faltas e afins quando olho para o lado e começo a vê-los: um a um, os «craques» da equipa sénior de voleibol do clube da luz desfilavam e sentavam-se ali, na minha bancada. Hugo Gaspar, Flávio Cruz, Zelão, Raidel Toiran, Olivier Facher, o capitão Pedro Fiúza e mais uns quantos, juntamente com treinadores e preparadores físicos, juntavam-se à multidão que assistia ao jogo da segunda maior competição europeia de clubes. O que é que isto interessa? Bem, serve como um pequeno apontamento - vou deixar o comentário sobre o primeiro jogo da final, contra a AJ Fonte Bastardo, para a próxima semana, quando já souber o resultado deste segundo jogo nos Açores - sobre o que faz uma grande equipa.

      A equipa encarnada voará, este fim-de-semana, para a ilha Terceira, onde terá o jogo que é, até ao momento, o mais importante da época: pode ser aqui que perde o título para a equipa açoriana. Ainda assim, ou mesmo por causa disso, muitos dos jogadores juntam-se e vão, em grupo, assistir a um jogo de futebol. Sim, como pessoa mais ligada ao voleibol, sinto-me ligeiramente ofendida: porque é que o futebol tem este poder para juntar grupos e o mesmo não acontece com o meu voleibolzinho? Ainda assim, não deixa de ser incrível que se utilize o desporto para formar uma equipa ainda mais coesa. Sim, não me suscita grandes dúvidas: uma equipa que partilha momentos fora de campo torna-se mais forte dentro dele. Aqueles que partilham situações, momentos de lazer, passam a conhecer-se melhor, e isso aumenta a produtividade da equipa como um todo.

      Vejo com ótimos olhos estas situações. E parecem-me ainda melhor quando estão ali mesmo ao meu lado - sim, tenho um bocadinho de voyeur. Vamos lá ver se a descontração em grupo dá resultado e conseguem sair da ilha com uma vitória que adiará a discussão do título. Pelo menos, acredito que com estes bocadinhos, passam a ser mais uma equipa. Que, às vezes, é o que ainda falta ao SL Benfica.

 

      No campeonato feminino, o CD Ribeirense venceu, como se esperava, o primeiro jogo contra o CA Trofa, ainda que apenas no quinto set. Não é de estranhar que, neste fim-de-semana, conquiste o título que, sem dúvida, merece.

 

by Sarah Saint-Maxent

Esta crónica foi escrita ao abrigo do novo acordo ortográfico.

3 comentários

Comentar post