Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

14
Nov10

Fogo sem Fumo

Minuto Zero
O Sporting em 10 anos

Fonte: Blog Sporting no Mundo
 A última década viu o Sporting Clube de Portugal ser campeão por 2 vezes, a primeira vez em 2000 com Augusto Inácio e a última, em 2002 com o romeno Lazlo Boloni ao leme. Nas restantes temporadas o Sporting andou sempre na luta pelo título, sendo que na maior parte das vezes ficou em segundo lugar atrás do Futebol Clube do Porto.
O Sporting esteve presente em 4 finais da Taça de Portugal, conseguindo ganhar a competição em 3 ocasiões (2002, 2007, 2008).
Lá fora, o Sporting conseguiu estar presente ano após ano nas competições europeias, quer na extinta Taça UEFA quer na Liga dos Campeões. Na época 2004/2005, o Sporting comandado por José Peseiro fez um brilhante e memorável percurso na Taça UEFA, ficando a um passo da glória ao perder na final contra os russos do CSKA. A presença por 3 anos consecutivos na fase de grupos da Liga dos Campeões também é factor de orgulho e que marca esta primeira década do Sporting no séc. XXI. A inauguração do novo estádio José de Alvalade a 6 de Agosto de 2003 frente ao Man Utd foi igualmente um momento épico da nossa história.

De entre os treinadores que passaram por Alvalade, nestes 10 últimos anos, destaco Augusto Inácio, Lazlo Boloni, José Peseiro e Paulo Bento, todos eles fizeram o seu melhor para levar o Sporting à conquista de títulos e troféu. Em comum, além de algumas conquistas têm o facto de terem saído do Sporting de forma triste e inglória. A todos eles, como adepto do Sporting, só posso estar agradecido. Pelo Reino do Leão, nesta última década, passaram 3 grandes jogadores: Alberto Acosta, Mário Jardel e Liedson. Além de serem todos provenientes da América do Sul, estes três avançados têm outra coisa em comum, o instinto de goleador. Todos eles deixaram na marca em Alvalade e no coração dos Sportinguistas.

Esta década que agora termina faz-nos relembrar grandes momentos do nosso clube: a vitória por 4-0 frente ao Salgueiros em 2000 num jogo que nos garantiu o tão desejado título; o empate 2-2 nas Antas em 2002 numa partida em que o Sporting acabou o jogo com apenas com 8 jogadores em campo; a duas vitórias na Luz por 3-1 com Fernando Santos e posteriormente com Paulo Bento; o jogo em casa com o Newcastle em 2005 em que brindámos os ingleses com 4-1 e garantimos o lugar na meia-final da Taça UEFA; o golo de Miguel Garcia, em Alkmaar frente ao AZ, aos 120 minutos que nos deu o passaporte para a final de Alvalade; o épico 5-3 ao Benfica na meia-final da Taça de Portugal e nesse mesmo ano a vitória por 2-0 na final diante do Porto; os 4 golos de Carlos Bueno num célebre 5-1 ao Nacional da Madeira, a vitória em casa frente ao Inter de Milão com um golaço do Caneira.
Enfim, bons momentos que só demonstram a grandeza do Sporting Clube de Portugal.

Foi também nesta década que 2 jogadores portugueses, saídos da formação do Sporting, conquistaram o prémio da FIFA para Melhor Jogador do Mundo, Luís Figo (2001) e Cristiano Ronaldo (2008). Um orgulho para Portugal e em especial para o Sporting Clube de Portugal.

Uma década de emoções fortes, de grandes alegrias e algumas tristezas, de reflexão quanto ao futuro do nosso clube, de amor ao Sporting, de afirmação europeia do nosso valor. Uma década em que o Esforço, a Dedicação, a Devoção e a Glória continuaram a ser o lema do Sporting Clube de Portugal.

by Alexandre Poço

1 comentário

Comentar post