Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

01
Out10

Pelos caminhos do futebol...

Minuto Zero
Olhar o futebol brasileiro é como entrar num universo à parte, tantos são os estilos, as formas de jogar mais ou menos rudimentares, a mistura entre o futebol de rua e o praticado nos relvados, a influência do futsal, o império da técnica, da sedução do futebol em estado puro...No Brasil surgem todos os dias novos diamantes em bruto, alguns verdadeiros outros não, vindos da mais pobre e violenta das favelas, ou de uma família citadina com bom nível de vida.
Fonte: dw-world.de
O melhor futebol está na essência do futebol brasileiro: o jogo do pé descalço, sem chuteiras coloridas que custam pequenas fortunas, sem holofotes a iluminar um bem tratado relvado, sem os milhões dos empresários... Simplesmente miúdos que se juntam na rua até à hora de jantar e com uma bola desgastada de tanto uso jogam num campo quase imaginário que só eles conseguem decifrar... Tudo isto para dizer o quê? Que estamos perante o país do futebol, onde todos os dias nascem novos candidatos a Pelé (e são aos milhares), com a esperança de um dia embarcar num avião rumo aos milhões do futebol europeu.
Mas esta ideia quase mitificada do futebol brasileiro, na pratica não é, cada vez mais, tanto assim. Longe vão os tempos em que as suas equipas eram das melhores do mundo e tinham Pelé, Zico, Rivelino... O futebol moderno vive na sombra do dinheiro e da fama, do resultado, da estatística, da eficácia e da competitividade.

Para perceber melhor o que é o futebol brasileiro (pensem nisto tendo em conta que nunca fui a este país e que tenho uma visão europeia), é necessário distinguir os diferentes micro-mundos que dele fazem parte.
O futebol de São Paulo não é igual ao do Rio, o futebol Gaúcho não é igual ao Mineiro, ou de Santa Catarina ... Os jogadores são diferentes em cada zona: uns mais tecnicístas e franzinos, outros mais fortes fisicamente mais "europeizados", um futebol de diferentes ritmos e identidades mas que por isso mesmo ganha beleza.

Vendo um jogo do brasileirão, ficamos com a ideia de estar a ver um jogo europeu de há 8 ou 9 anos. O ritmo de jogo é mais baixo, a sua intensidade também. Daí que muitas vezes um jogador que consegue chegar ao top no Brasil, não o consiga depois na Europa, onde não há tempo para pensar e os ritmos de jogo são cada vez mais elevados.
Relva alta, passes para o pé e não para o espaço: imagem de marca do futebol da América do Sul, local onde nasceram alguns do maiores génios do futebol mundial de todos os tempos.

Será que é aqui que está o verdadeiro futebol espectáculo?

A minha resposta é ... também (!) aqui mas sobretudo em todo o lugar onde houver uma bola a rolar e miúdos a divertir-se. Esta sim é a essência do futebol, não importa a latitude ou o PIB do país...

                                                                      

By Tiago Santos