Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

14
Fev11

Novo jogador ou sistema antigo?

Minuto Zero
1. Ao chegar a Londres Ancellotti trazia na bagagem 2 Ligas dos Campeões (como treinador) ao serviço do "seu" AcMilan e a promessa de repetir tal feito desta feita ao serviço do Chelsea.
A realidade do Chelsea e do futebol inglês é no entanto muito diferente da qual estava habituado em Itália. Manteve o 4x3x3, não com alas puros mas com Malouda (médio-ala esquerdo) como jogador mais vertical pela esquerda, fazendo de 4 médio a quando do momento defensivo, juntando se a Lampard, Essien ou Ramires numa posição interior. Na outra faixa um falso ponta de lança: Anelka, cada vez mais um 9,5 que aproveita a sua capacidade técnica e velocidade para aparecer em diagonais, da direita para o centro, aproximando-se da referencia ofensiva Drogba. 
fonte: Caught Off-side
Com a chegada de Fernando Torres esta dinâmica ofensiva terá de ser alterada para o colocar mais próximo do seu "lugar ideal". O melhor Torres será como avançado mais solto, em busca de diagonais, caindo por vezes para as faixas, explorando em movimentos contínuos as costas dos defesas. Desta forma, o ideal será dar a Torres um companheiro que fixe mais os defesas, mas que seja ainda prestável no que toca a apoios curtos para tabelar. Drogba é nesta lógica uma escolha de primeira categoria. Creio que puderam sem dificuldade formar a melhor dupla do futebol inglês. Em Liverpool sempre faltou o tal "complemento" a Torres, que em 4x2x3x1 ou 4x1x4x1 obrigava o avançado espanhol a desgastar-se sozinho na frente, não conseguindo muitas vezes desequilibrar como fazia no Atlético de Madrid. 
A grande questão agora reside no sistema táctico a adoptar, visto que Torres dificilmente cabe no 4x3x3. Contra o Liverpool, no primeiro jogo de Torres com a camisola blue Ancellotti optou por um 4x3x1x2, com Anelka improvisado com falso 10, caindo sobre o lado por onde circula a bola. Notaram-se claramente a falta de rotinas e sobretudo a falta do típico playmaker na posição 10. Em Milão, Ancellotti teve Rui Costa, Kaká e Seedorf como dinâmos do jogo ofensivo partido de zona central. Lampard poderá ser opção mas é demasiado útil mais atrás para avançar desta forma no terreno. No plantel o jogador que mais se adaptaria à posição seria Benayoun (lesionado), mas não parece ter a qualidade necessária por uma função de vital importância. 
Se na zona recuada do novo sistema o 1x2 do meio-campo Obi Mikel, Essien, Lampard, Mcecharan ou até mesmo Malouda e Zhirkov (estes últimos podem perfeitamente fazer a meia-esquerda em 4x1x3x2) são garantias de qualidade, para a posição 10 só existe como opção óbvia o Israelita que veio no início da época de Mersyside. Anelka ou Lampard serão sempre opções de recurso...


2.Ponto final no Sudamericano Sub-20: Brasil coloca em alta o futebol "show"! 6-0 Contra uma equipa que valia sobretudo da organização táctica e consistência (Uruguai), poderíamos até dizer que pareciam mais velhos e experientes dos que o jovem escrete... a verdade é que o futebol show brasileiro deu uma lição à jovem alvi-celeste. Neymar e Lucas são os heróis naquela fase onde se pode dizer "heróis precisam-se!!!!
fonte: placar
Não sei se serão os grandes favoritos à conquista do Mundial de Sub-20 em Agosto, mas a verdade é que prometem deixar uma imagem de futebol desprendido das amaras tácticas.  De Neymar dizer que tem potencial para ser bola de ouro, a única duvida que persiste é se a sua cabeça está ao nível do seu futebol... sobre Lucas mais dúvidas... faltam-lhe pormenores que no futebol europeu fazem toda a diferença.... penso nos dois no futuro e vejo Neymar na Europa do futebol, partindo da esquerda em diagonais para dentro, fintando e marcando golos, mas tenho algumas reservas se psicologicamente estará ao nível dos melhores (espero que SIM o futebol merece um grande Neymar concerteza!); Lucas parece mais um exemplo de projecto de grande jogador, como outros num passado recente: Denilson, Marcelinho Paraíba, Thiago Neves e tantos outros... o seu futebol são fintas e diabruras que o futebol europeu nem sempre aceita da melhor forma... falta-lhe a essência do passe e controlo das suas decisões.



By Tiago Luís Santos