Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

25
Set10

Destaque liga portuguesa - Diogo Salomão

Minuto Zero
Olhando para o Sporting, causa estranheza um clube que no passado tanto (e muitas vezes tão bem) apostou em jovens jogadores para a equipa principal.
Veio só esta época para o clube de Alvalade, vindo do Real Massamá, mas na pré-época mostrou pormenores de deixar água na boca. Rápido, com alguma capacidade de choque  (1,76m), embora ainda franzino, é um extremo esquerdino que vive de desequilíbrios no 1x1 (ou 1x2.. 1x3 .. como no jogo com o Lille), conseguidos através de uma excelente capacidade técnica e elegância. De resto, faz lembrar bastante Nani nos seus primeiros tempos de Sporting, quando Paulo Bento o lançou na  1ª equipa e logo ali se viu que aquele miúdo tinha algo de especial.
Diogo Salomão causa, pelos poucos minutos que jogou esta temporada, o mesmo tipo de impacto.

Pergunta-se então: Porque não tem jogado mais? Dizem que o Sporting o têm hà 3 meses "fechado" no ginásio para ganhar massa muscular. A grande questão é até que ponto isto é benéfico para este tipo de jogador. Certamente ganhará mais resistência muscular, mais força no choque, mas irá perder agilidade, ganhar peso, perder velocidade de ponta, capacidade de aceleração em espaços curtos, com e sem bola (a não ser é claro que estejamos perante um portento físico como é Cristiano Ronaldo, um verdadeiro super-atleta).
Lembre-mo-nos de Nani, Djaló ou, por exemplo, de Robinho ou até mesmo de Ronaldo Fenómeno. Em quantos destes casos este "enrijamento" não modificou o jogador, adulterou as suas principais características, velocidade, agilidade, imprevisibilidade com bola? Sinceramente, de todos, só Nani não terá perdido assim tanto - sobretudo porque entende o jogo como um médio, muitas vezes vindo atrás buscar a bola e embalando depois; ou porque em Manchester esse crescimento é feito de forma sustentável, como aconteceu com C.Ronaldo.
Se ganha mais fãs (mulheres) ao tirar a camisola quando marca um golo, perde na capacidade para jogar futebol daquela forma alegre e despreocupada de um extremo rápido que parece cair como uma pena na área quando um central de metro e 90 o atropela - quase tão rápido como se ouve de seguida o apito do arbitro a marcar grande penalidade de seguida.
Não seria melhor dar-lhe minutos e permitir-lhe ganhar competências técnico-tácticas diferentes em vez de se insistir com este trabalho físico intenso? Não que ele não possa acontecer e não seja necessário por vezes, mas talvez deva ser acompanhado com minutos ... e bola.

Fonte: Centenário Sporting
By Tiago Santos

2 comentários

Comentar post