Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

09
Jan11

Fogo sem Fumo

Minuto Zero
O 31 que resolve
Fonte: Blog Embaixada de Portugal no Brasil
Chegou a Alvalade em 2003 pela mão de Fernando Santos. Os jornalistas que o esperavam na Portela não tardaram em caracterizá-lo como um avançado franzino e não muito alto. Os adeptos do Sporting, por natureza desconfiados e cépticos face a novas contratações, não viram, à partida, no jogador brasileiro o melhor substituto de Mário Jardel, que abandonara a equipa leonina nesse Verão. A situação parecia ser grave, pois desde meados dos anos 90 que em Alvalade o habitual era a equipa só ter um grande ponta-de-lança. Primeiro, foi o argentino Beto Acosta que ajudou na conquista do campeonato em 2000 e depois, o Super Mário que num só ano fez 42 golos no campeonato. Onde andava o goleador? Perguntavam os adeptos do Sporting. A célebre estreia em que o S do seu nome foi colocado ao contrário na camisola parecia indiciar um futuro caricato, nada estranho nas hostes leoninas. Porém, o camisola nº31 não demoraria muito a começar a encantar e a conquistar a massa associativa de Alvalade, a mesma que lhe colocou a alcunha de “Levezinho”. As claques responderam com uma tarja que ficou conhecida para quem vai ao Estádio José de Alvalade, “LIEDSON RESOLVE”. E estava encontrado o tal goleador de que tanto o Sporting precisou, precisa e continuará a precisar.
Na primeira época (2003-2004), marcou 19 golos em 36 partidas. A segunda época e a melhor de leão ao peito valeu-lhe a distinção como melhor marcador do campeonato português com 25 golos, tendo ao todo feito 35 nesse ano. O seu comportamento, por vezes, irregular e pautado por tensões com os treinadores e colegas foi também notícia, o que levava a que de vez em quando se sentasse no banco de suplentes. Por norma, é um avançado pelo qual não se dá conta, é capaz de passar dois ou três jogos sem marcar, mas quando menos se espera, lá está ele para resolver. E resolveu muitas vezes. É um grande 31 para as defesas contrárias. Tem um especial gosto por jogos contra o Benfica, equipa que já encaixou 10 golos do levezinho ao longo da sua passagem por Alvalade. Em 2008, marcou o seu centésimo golo e tornou-se o melhor marcador do Sporting em competições europeias com 19 golos (actualmente, já conta com 26). Em 2009, passou a ser o melhor marcador estrangeiro da história do Sporting e requisitou a nacionalidade portuguesa com o objectivo de poder actuar pela selecção das quinas. Na sua estreia por Portugal, marcou um golo decisivo contra a Dinamarca durante o apuramento para o Campeonato do Mundo de 2010. Ao longo da sua passagem pelo Sporting, a fasquia mais baixa foram os 17 golos em 2005-2006, o que demonstra a qualidade do jogador luso-brasileiro. Em Alvalade, ainda procura o primeiro título de campeão nacional, depois de já ter vencido a Taça de Portugal, a Supertaça e ter disputado a final da então Taça UEFA. É um jogador muito acarinhado pelos adeptos do Sporting, já faz parte da história do clube e sem margem para dúvidas, é justo dizer que LIEDSON RESOLVE.

by Alexandre Poço

1 comentário

Comentar post