1 a zero:
De Cláudio a 17 de Julho de 2012 às 16:38
De facto, Sara Moreira peca por ter alguma má gestão, e quando não é dela é da própria federação de atletismo. Veja-se, por exemplo, aquele engano na inscrição em que a colocaram nos 1500m há uns tempos. Seria-lhe muito mais favorável correr os 3000m, obstáculos.

A Patrícia Mamona terá uma tarefa complicada, apesar de estar em ascensão. Não nos esqueçamos que a Rússia leva sempre uma tripla de atletas de forte argumentos (mesmo que algumas sejam atletas para fazer uma boa competição internacional apenas, caindo depois no esquecimento).


De João Perfeito a 17 de Julho de 2012 às 20:05
Pois mas as Russas também dificilmente passam os 14.70 por isso com sorte nunca se sabe.

Se calhar a Patrícia apostou forte nos europeus e chega aos olimpicos já com menos força e nem se quer bate o seu recorde nacional.

Mas de facto se ela conseguir fazer 14.60, 14.65 nada é impossível.

Quanto à Sara Moreira reafirmo que devia apostar nos obstáculos.


Comentar post