Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

11
Jul12

Lado B

Bruno Carvalho

A birra de Rui Alves

 

Sendo este um espaço de opinião, não posso deixar de manifestar a minha indignação para com as palavras proferidas ontem por Rui Alves, presidente do Nacional da Madeira.

No dia de ontem, Rui Alves ameaçou deixar o futebol e extinguir o Nacional da Madeira. Na minha opinião, Rui Alves deve deixar o futebol mas também deve deixar o Nacional da Madeira continuar o seu caminho. Passo a explicar porquê:

Rui Alves é um dirigente corrupto, que esteve envolvido no processo Apito Dourado como é do conhecimento público, e foi o mentor de uma medida que irá prejudicar grandemente o desenvolvimento do jovem jogador português: o fim dos empréstimos entre clubes do mesmo escalão.

Já o Nacional da Madeira não tem nada a ver com os dirigentes que tem e é uma entidade à parte, não sendo propriedade de Rui Alves pelo que este dirigente não tem moral para extinguir este clube de futebol.

Esta ameaça de Rui Alves, que pode ser entendida como uma birra, deve-se ao anúncio de novos cortes de financiamento aos clubes madeirenses, por parte do governo regional da Madeira, devido à grave crise financeira que se vive atualmente na região autónoma e no país. Parece que Rui Alves não sabe em que país vive.

No meu ponto de vista, dirigentes como Rui Alves e Pinto da Costa deviam ser irradiados definitivamente do futebol português devido às suas más práticas e também pela má imagem que deixam ao país. No entanto, quero deixar aqui bem claro que tanto o Nacional da Madeira como o Futebol Clube do Porto não têm nada a ver com os dirigentes que têm e devem continuar a existir enquanto clubes de futebol.

Rui Alves teve o desplante de dizer que o governo regional da Madeira não merece que ele continue no futebol, por tudo o que tem feito em benefício da região. Ora, eu acho que nós (adeptos de futebol) é que não merecemos que continuem a existir dirigentes que estragam a imagem do futebol português.

Resumindo e concluindo, penso que Rui Alves deve abandonar o futebol português mas não deve acabar com o Clube Desportivo Nacional da Madeira.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.