1 a zero:
De João Perfeito a 3 de Julho de 2012 às 15:00
Excelente crónica...

Para mim o futebol da Espanha foi só o melhor futebol que já vi em toda a minha vida... Podia esperar que esta selecção vencesse o europeu, mas nunca esperava que continuasse a evoluir tanto...

Para mim esta Espanha é o upgrade que o Barça devia ter, é éste tipo de futebol que tenho dito ao longo dos últimos dois anos...

A grande diferença entre o Barça e a Espanha é que a Espanha não é só tiki-taka.

A Espanha mantém a qualidade técnica do Barça, o passe geométrico, o cuidadado por fazer as coisas bem mas tacticamente é mais evolída.

Quer no tipo de pressão que faz, quer na transicção defensiva, quer na forma como lê o jogo do adversário e anula os seus pontos fortes.

Ofensivamente não consigo caracterizar esta fantástica equipa.

Ora joga no tiki-taka ora explode pelas alas, com um grande Jordi Alba ora um passe diagonal aéreo de Xabi Alonso a romper completamente o jogo.

Fundamentalmente é uma equipa que defende bem e que não está enraizada numa cultura do jogo. Adapta-se ao jogo e responde aquilo que ele exige...

Dai que tanto seja capaz de fazer 20/25 passes para rematar como em dois ou três desequilibrar o adversário.

Portugal fruto de ter dois dos melhores médios do Mundo, Moutinho e Meireles e um surpreendente Miguel Veloso conseguiu anular muito do jogo espanhol e ao longo dos 90 minutos foi superior.

A nossa selecção fora o prolongamento, embora o empate fosse justo, a haver um vencedor seria Portugal...

E é isso que temos de nos orgulhar...

Eu acho que não temos banco porque a qualidade do onze é estratosférica. Coentrão, Pepe, até Bruno Alves neste momento, Raúl Meireles, João Moutinho, Nani e Ronaldo estão no lote de top das suas posições... É muito difícil um país tão pequeno conseguir substituir todas esta pérolas...

Mas Varela, Custódio, Hugo Viana e Miguel Lopes podem crescer no contexto da selecção e dar mais soluções.

A formação não está tão bem desenvolvida é certo, mas em 2014 Portugal chegará com estes jogadores no auge das suas carreiras.

E somos a equipa no mundo mais preparada para bater os espanhóis...

Do lado da América por clara insuficiência táctica Brasil e Argentina são inferiores.

Portugal se quer ganhar, tem de ter mentalidade vencedora e assumir desde já a candidatura ao título mundial de 2014.

Se pensarmos sempre que logo se vê acabaremos sempre eliminados nas meias e nunca ganharemos nada.

Depois de ter feito o que fez, contra a Espanha penso que não deverá haver outra maneira de pensar...


Comentar post