Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

30
Abr12

Livre Direto

Cláudio Guerreiro

Sharapova ganha a Azarenka em Estugarda

 

 

Neste último domingo , Maria Sharapova, atual nº2 mundial, levou de vencida a nº1 Victoria Azarenka, na final do Torneio WTA de Estugarda por 6-1 e 6-1. Depois de ter sido derrotada pela bielorrussa, este ano, em outras duas finais (no Open da Austrália e no Torneio de Indian Wells), a russa conseguiu conquistar-lhe a primeira vitória numa final de um torneio (anteriormente, haviam disputado 4 finais).

 

No 1º set , Sharapova mostrou muito mais agressividade que a adversária, conseguiu impor o seu ritmo de jogo mais facilmente e aproveitou bem todos os break points que teve a favor. Já no 2º set, Azarenka subiu de produção, mas Sharapova manteve o mesmo nível exebicional, factor que contribuiu para que finalizasse o jogo neste set.

 

É certo que Sharapova não é uma jogadora especialista em pisos de terra batida, mas a sua evolução nestes de há um ano para cá tem sido evidente. A russa é uma jogadora com um ténis de pontos mais curtos, mas hoje em dia, mesmo não o fazendo de forma perfeita, já se move com um relativo à vontade no fundo do court, deslizando um pouco melhor na terra batida. Neste  torneio, Maria Sharapova mostrou-se também como sendo uma jogadora com uma exclente fibra mental, uma vez que nos quartos-de-final , num jogo decidido num tie break e que teve um grande equilíbrio, eliminou a australiana Samantha Stosur (atual nº 5 mundial), depois de ter conseguido contrariar um match point.

 

No geral, Azarenka mostra ser uma jogadora mais completa, mas pode ver o seu lugar de nº1 ameaçado por a russa, que já demosntrou querer conquistar o próximo Grand Slam da temporada (Roland Garros).

 

Este é um encontro que já vem sendo muito usual, no circuito de ténis feminino, e comprova que são as duas tenistas em melhor momento de forma, actualmente. Caso não sejam atormentadas por lesões, penso que o título em Roland Garros cairá claramente para uma das duas. No entanto, o ténis feminimo já provou que nem sempre os resultados finais vão de encontro ao que era esperado antes do início dos torneios.

 

 

Por Cláudio Guerreiro

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.