Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

27
Abr12

Buzzer Beater

Óscar Morgado

Os Playoffs estão aí

 

Agora sim, está tudo definido. Ontem à noite terminou a fase regular da NBA, que apenas confirmou os confrontos já previstos para a derradeira fase do campeonato. Aqui fica a antevisão de toda a acção, que começa Sábado à noite:

 

Conferência de Este

 

1º - Chicago Bulls vs. 8º - Philadelphia 76ers

 

     Antes da época começar, não me iria surpreender com os sixers aqui. Mas depois de esta equipa dominar nos lugares cimeiros da conferência até meio da época, é pena o seu rendimento ter descido, e terem apanhado um confronto que dificilmente vão vencer. A equipa aguerrida, comandada pelo ala Andre Iguodala e liderada pelo treinador Doug Collins, não fará uma prestação que os embarace, mas garra Chicago também tem, simplesmente com uma dose muito maior de talento. Fica a dúvida da condição física de Derrick Rose, que segura toda esta equipa junta, mas mesmo sem ele, pelo menos a primeira ronda parece acessível a Chicago. Previsão: vencem os Bulls em 5 jogos.

 

2º - Miami Heat vs. 7º - New York Knicks

 

    Este fará correr tinta nos jornais, e irá disparar as audiências, mais altas que qualquer outro jogo da primeira ronda. Lebron James, Dwayne Wade, Carmelo Anthony, Amare Stoudemire, Chris Bosh, e até o lesionado Jeremy Lin. As estrelas não acabam. Do lado de Nova Iorque, uma época decepcionante, em que todos esperavam que esta fosse a 3ª melhor equipa da conferência, levou ao 7º lugar. Anthony e Stoudemire não funcionam juntos, o treinador não sabia o que fazer com esta equipa, e o talento é algo desperdiçado. E depois apareceu Lin, e deu esperança de grandes coisas. Mas Miami é mais competente, apesar de menos profunda em termos de banco e de jogadores que suportam as estrelas, pode aproveitar o facto de Lin estar lesionado para esta ronda e não ter a fraqueza do confronto entre bases. O perigo vai estar em Tyson Chandler, sem igual debaixo das tabelas, pois James sabe bem o que fazer com o seu amigo de longa data, Carmelo Anthony. Ainda assim, equilibrado em muitos aspectos. Previsão: Miami em 6, eventualmente 7.

 

3º - Indiana Pacers vs. 6º - Orlando Magic

 

     Os Pacers continuaram a evoluir esta época, e o 3º lugar é perfeitamente justificado, com uma equipa perfeitamente equilibrada em todas as posições, e com banco à altura de qualquer outra equipa. Orlando...não. Dwight Howard enfrenta uma cirurgia brevemente, e está fora para todos os playoffs, portanto os Magic não parecem ter qualquer hipótese. E mesmo que lá estivesse, o seu rendimento baixou brutalmente na segunda metade da época, depois de toda a novela sobre a sua eventual saída,  e a equipa parece muito desfigurada a jogar, nada a ver com a equipa que foi às finais há uns anos atrás. Teria que acordar Turkoglu, Nelson fazer os jogos da sua vida, e Ryan Anderson jogar como All-Star todas as noites. Salvo alguma surpresa, Orlando não tem hipótese, e a previsão é arrojada: Pacers vencem em 4 jogos.

 

4º - Boston Celtics vs. 5º - Atlanta Hawks

 

     O velho trio de Boston não desiste. Os Hawks, sem surpresa, surpreendem mais um ano, mesmo depois de Al Horford ter sido perdido por lesão, Josh Smith justificava a sua presença no All-Star, talvez até como membro do 5 inicial, e Joe Johnson tem estado à altura, só não à altura do seu contrato, bem como Jeff Teague, que se vem a afirmar como o base aceitável que os Hawks não têm conseguido encontrar. Em Boston, Garnett e Allen estão no final dos seus contratos milionários, e tinham que jogar esta época para que Boston se reestruture em seguida, mas toda a coesão está lá. Talvez não tenham as pernas para uma campanha longa, embora Rajon Rondo ajude nesse departamento, com a sua constante ameaça de triplo duplo todas as noites. Previsão: não consigo decidir, mas vai a 6 ou 7 jogos.

 

Conferência de Oeste

 

1º - San Antonio Spurs vs. 8º - Utah Jazz

 

     Sim, parece que eles nunca mais deixam de jogar bem. San Antonio é uma equipa que quase que chateia. Se não joga bem Duncan, Ginobli carrega a equipa. Este ano, ambos estiveram mais de fora, por lesão ou condição física. Não há problema: Tony Parker joga á la MVP. E Utah? O lugar, conquistado à última da hora, motiva uma equipa cheia de promessa para o futuro, que mostra que sem Deron Williams também se ganha. Jefferson e Millsap ancoram o agora, Favors, Hayward e Kanter o futuro. É afinal, é sempre bom ver os Spurs jogar. Previsão: Spurs em 6 jogos.

 

2º - Oklahoma City Thunder vs. 7º - Dallas Mavericks

 

    Oh doce vingança! Os Thunder devem estar a pensar porque é que não conseguiram manter o primeiro lugar. Tiveram problemas de confrontos directos este ano (especialmente com os Clippers), e alguns jogos ficaram por ganhar. Mas continuaram a crescer, como esperado, e são finalmente uma equipa que está a lutar pelo título. Durant é a mega estrela, Westbrook a super estrela, Harden e Ibaka, as estrelas. Brilham, são jovens, e continuarão a brilhar. Melhoraram a defesa, o ataque mantém-se de alta qualidade. E há a motivação extra de jogarem contra os Mavericks, sombra da equipa que ganhou um título na época passada. Não vejo este ano (e ainda assim, não via o ano passado) Dirk Nowitzki carregar o fardo contra os 5 do outro lado, ainda por cima, sedentos de vigança da derrota do ano passado. Sem Chandler no meio, um Terry e um Kidd envelhecidos, já não é a mesma coisa, e a época regular correu pior que no ano passado. É altura de Oklahoma ter uma verdadeira chance ao título. Previsão: OKC em 6 jogos.

 

3º - Los Angeles Lakers vs. 6º - Denver Nuggets

 

     Os Lakers são uma equipa interessante. Pagos a peso de ouro, não se sabe bem se jogam bem ou se é Kobe Bryant. Tentaram atrair Chris Paul e Dwight Howard, mas Bynum já joga ao ponto de fazer pessoas este ano dizerem que pode ser melhor que o último. Com a brincadeira, perderam a âncora de Lamar Odom ao tentar aliviar tecto salarial,  e o seu banco desmoronou-se. Mas Gasol voltou a ser um jogador do mais fiável que há (mas não estrela indiscutível) e Bynum uma legítima estrela. E Bryant...escusado será dizer, só Durant fez médias pontuais mais altas este ano. Estão lá para o título. E as trocas correram bem antes do deadline: Jordan Hill dá força ao banco e Ramon Sessions é finalmente um base aceitável para esta equipa, que despachou Fisher para os Thunder. Quanto aos Nuggets, mais um ano eles são o grupo coeso, ainda jovem, e ainda mais promissor que o ano passado. O rookie Kenneth Faried é uma máquina de ressaltos, tanto que até valeu a troca de Nenê por McGee, dos Wizards, apostando na juventude. O treinador, George Karl, nunca mais se reforma, mantém o ataque como um dos melhores da NBA. Só se o star power de Los Angeles falhar, aí podemos estar perante um upset. Previsão: Lakers em 7.

 

4º - Memphis Grizzlies vs. 5º - Los Angeles Clippers

 

    Ver os Clippers ganhar esta dificilmente será considerado um upset. Renascidos da ridicularidade com Chris Paul, prometem ser relevantes e candidatos ao título para os próximos anos. Foi custoso perder Billups, a espinha veterana que dava excelência ao duo exterior com Paul, mas Nick Young, pelo menos, dá pontos aos molhes. Memphis é novamente a equipa do esforço e trabalho, mas com Rudy Gay a jogar como deve, sem lesões. Isto tanto dá para um lado ou para outro, e não será o star power de Los Angeles que fará uma desvantagem. Previsão: qualquer um, 7 jogos.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.