Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

04
Jan12

Lado B

Bruno Carvalho


 

Tacuara mais uma vez decisivo

 

 

O Benfica, vencedor das últimas três edições da Taça da Liga, começou ontem a defesa do troféu com uma goleada no terreno do Vitória de Guimarães, por 4-1, na primeira jornada do grupo B da terceira fase. No Estádio D. Afonso Henriques, Witsel colocou o Benfica em vantagem aos 11 minutos, mas João Paulo empatou no início da segunda parte, antes de os vimaranenses ficarem reduzidos a dez jogadores, por expulsão de Pedro Mendes, o pior jogador em campo, na minha opinião.

Depois disso, Oscar Cardozo bisou aos 65 e 78 minutos, sendo mais uma vez decisivo depois de o já ter sido na vitória do Benfica sobre o Marítimo por 1-0 em jogo a contar para o campeonato, no Estádio dos Barreiros, apesar de ter tido um falhanço clamoroso. Rodrigo completou o resultado aos 88 minutos.

O Benfica entrou bem num jogo muito vivo, principalmente na primeira parte.

Ainda não estavam completos os primeiros 11 minutos e já Witsel lançava o Benfica para a frente do marcador.

Apesar de estar a perder, o V. Guimarães nunca baixou os braços e teve uma recta final da primeira parte a bom nível que culminou com o golo da igualdade no início do segundo tempo.

Na primeira parte ainda, N’Diaye, Nuno Assis, Paulo Sérgio e Edgar podiam ter empatado mais cedo o jogo.

Contudo, só aos 47 minutos João Paulo decidiu fazer de ponta-de-lança. Anderson Santana marcou um livre para a área encarnada com Bruno César a falhar a intercepção e, no meio dos centrais do Benfica, surgiu o central vimaranense para emendar. A defesa do Benfica ficou a dormir neste lance.

O jogo e o resultado pareciam em aberto mas tudo mudou aos 60 minutos com a expulsão de Pedro Mendes num erro infantil que resultou no segundo cartão amarelo ao médio.

Depois disso tudo mudou, sobretudo graças a Cardozo. O avançado paraguaio que tinha entrado ao intervalo para substituir Saviola, bisou aos 65 e aos 78 minutos. O primeiro golo é, de resto, fantástico.

Só deu Benfica até final com Douglas a ser figura do encontro e negando às águias um resultado mais ampliado. O estreante da noite só não conseguiu segurar o cabeceamento de Rodrigo a dois minutos do fim mas, mesmo nesse lance, fez primeiro uma grande defesa.

O último golo da noite, apontado pelo hispano-brasileiro, surge depois de Maxi Pereira oferecer a Cardozo que cabeceou para uma enorme defesa de Douglas mas de forma incompleta e que permitiu, sem marcação junto ao poste, a Rodrigo fazer o quarto do Benfica.

No meu ponto de vista, o árbitro Bruno Paixão teve uma péssima actuação, mostrando cartões amarelos a mais, apesar de Pedro Mendes ter sido bem expulso.

Com este resultado, o Benfica junta-se ao Marítimo na liderança do Grupo B, ambos com três pontos, depois de os madeirenses terem derrotado o Santa Clara na segunda-feira, por 2-0.

 

por Bruno Carvalho