Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minuto Zero

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

A Semana Desportiva, minuto a minuto!

Minuto Zero

26
Dez11

Bloco Triplo

Ricardo Norton

BOAVISTA: O RENASCER DAS CINZAS?


São muitos os que sentenciaram o desaparecimento definitivo da histórica instituição do Boavista FC. No entanto, esse sentimento tende a ser combatido no seio do clube. A secção de Voleibol apresenta-se, para esta época, forte e com ideias de voltar a colocar o emblema axadrezado no topo do desporto nacional.


Nem sempre o dinheiro e os recursos se sobrepõem à vontade. É esta a mensagem que impera no balneário do Pavilhão Pêro Vaz de Caminha, que alberga a equipa sénior de voleibol do Boavista FC. Depois de, na época passada, terem falhado o acesso à divisão A1, perdendo o apuramento para o Castelo da Maia GC, as panteras pretendem afirmar-se, este ano, na divisão A2. São conhecidos os problemas financeiros do clube, devido aos problemas do passado. No entanto, uma gestão equilibrada dos recursos por parte da direção permite ir mantendo a chama acesa.

 

Para esta época, a espinha dorsal da equipa manteve-se, tendo recebido quatro reforços. Registou-se o regresso “a casa” de Catarina Liz (ex-GDCG), Ana Fernandes, Priscila Wharton (ex-SCE) e a adição de Marta Andrade, proveniente também do SCE. As novas aquisições vieram dar mais opções e mais consistência ao grupo, o que se tem refletido numa onda de resultados positivos.

 

A equipa continua a ser orientada pelo técnico Paulo Pardalejo, coadjuvado por Sara Gomes. Os destinos da secção continuam a cargo da diretora Graziela Palmeira. Apesar de a média de idades ser relativamente baixa, estamos perante um grupo que já joga junto há algum tempo no escalão de sénior, o que confere alguma vantagem e experiência à equipa.

 

No campeonato têm feito uma campanha positiva, o que se reflete num merecido primeiro lugar, à passagem da 10ª jornada. Apenas cederam pontos contra o Vitória de Guimarães e o Atlético VC, equipa que até agora foi a única a aplicar uma derrota por 3-0 à turma boavisteira. Com o passaporte para a 2ª fase praticamente carimbado, no reino da Pantera já se vão fazendo contas para o futuro.

 

Perante o novo sistema, onde apenas transitam 20% dos pontos obtidos na 1ªfase, é imperativo obter o máximo de resultados positivos para iniciar a nova fase com uma margem confortável. A expetativa é grande e a vontade de triunfar é ainda maior. Será necessário que as boavisteiras mantenham o bom nível de jogo apresentado até agora para poderem sonhar com um triunfo na prova, que conta ainda com um cruzamento entre as séries Norte, Sul e Ilhas, na 2ª fase. Estes cruzamentos deixam antever escaldantes duelos com a sempre forte Lusófona ou a “surpresa” Académica de Coimbra.

 

A Taça de Portugal, segunda competição do escalão de Séniores Femininos, tem corrido de forma positiva. Aliado aos resultados, que até à data se resumem a uma vitória sobre o Sporting de Espinho, a prova tem permitido dar minutos de jogo ao plantel todo. Apuradas para a 2ª eliminatória, cabe agora ao Boavista visitar o terreno do histórico e sempre complicado Leixões SC. O duelo de gigantes do voleibol português está agendado para o dia 14/1/2012 e será um jogo obrigatório para os verdadeiros fãs da modalidade.

 

Em suma, esta análise à boa época das seniores do BFC é um alerta para as vozes que se levantam contra o emblema do xadrez. Ninguém nega as dificuldades que existem. Apenas mostro que ainda vão sendo combatidas. Para o bem do desporto nacional, é importante que o Boavista viva e esteja de boa saúde.