Sexta-feira, 6 de Abril de 2012
3x4x3: Notas europeias

 

Em Londres, na passada quarta-feira, o Benfica de Jorge Jesus jogava mais do que uma histórica passagem às meias-finais da Champions o estatuto europeu do seu projecto. Pedia-se aos encarnados uma exibição inteligente, percebendo que o Chelsea iria entregar a posse ao Benfica explorando o contra-ataque.

Mais do que posse, o que o Benfica precisava era de facto qualidade na forma como deveria entender os momentos do jogo: ora acelerando em posse, ora mantendo-se organizado mesmo com bola, procurando não dar espaço na zona entre os centrais o meio-campo com Matic e Witsel.

O penalty a favor do Chelsea e expulsão de Maxi viriam no entanto complicar uma exibição até então de qualidade, com oportunidades e sagacidade, fazendo perceber claramente que a diferença de qualidade entre as equipas estava longe de ser gritante.

O primeiro grande erro dos encarnados, tem que ver com um problema de atitude competitiva: num jogo fora, num jogo de quartos de final da Champions, num jogo em aberto e com possibilidades de prolongamento reais, discutir decisões arbitrais dá normalmente azo a cartões desnecessários, que se reflectem depois no desenrolar do jogo. Foi sobretudo por isso que Jesus viu a equipa reduzida a 10 no final da primeira parte, e foi obrigado a perceber que de facto, valia mais pensar no jogo de segunda próxima com o Sporting, do que propriamente obrigar os jogadores a um desgaste inglório.

Com a expulsão de Maxi, a eliminatória mudou. No segundo tempo, as entradas de Djaló e Nelsón Oliveira, deram outro gás a uma equipa desgastada, reavivando o sonho com o golo tardio de Javi.

Fica a atitude colectiva, mesmo depois do treinador à muito ter baixado os braços (embora se perceba porque). Qual o pensamento de Jesus no balneário pós-jogo? Certamente reconheceu que de facto, o grupo de jogadores que tem a seu cargo tem potencial para chegar longe na Europa e ser campeão. Perdeu a eliminatória mas ganhou uma equipa com outro espírito competitivo. Até mesmo Cardozo e Gaitan, dispensados do jogo na segunda parte, devem ter saido de Standford Bridge com ganas para ganhar o próximo jogo.

 

Antes, na terça, o jogo mais interessante desta segunda-mão: em Camp Nou, Barcelona e Milan voltavam a encontrar-se, depois de um jogo azarado para a equipa culé em Milão onde saiu sem marcar.

Mais um vez, Guardiola entrou com o "seu" 3x4x3, com Dani Alves como ala na primeira parte, fazendo todo o corredor direito, aparecendo no meio campo Xavi, Iniesta, Cesc e Messi em combinações pelo espaço central, com Cuenca a fixar o lateral contrário junto da faixa esquerda.

Não foi uma exibição brilhante, aliás, antes do penalty de Nesta, a equipa culé parecia de facto com dificuldades para evitar as investidas rossoneri sobretudo com Ibraimovic baixava para procurar a bola.

Com 3 defesas apenas, e sem Abidal do lado esquerdo, Puyol aparecia claramente como o elo mais fraco, dando demasiado espaço para entradas de Robinho e Nocerino vindo de trás.

Com o 2-1, o Milan quebrou. Na segunda parte, já com Daniel Alves fixado a lateral-direito numa defesa a 4, Cuenca passou para o lado direito, deixando Iniesta do lado contrário. A troca de Xavi por Thiago, e de Keita por Cesc, dariam ao Barcelona rotação suficiente para controlar a partida até final, criando sempre várias oportunidades, frente a um Milan extenuado.

Em suma, penso que o Barcelona teve a sorte do seu lado no 2-1, caso contrário o Milan puderia ter causado mais problemas. Mesmo sem esse golo, com os reajustes de Guardiola depois dos primeiros 45 minutos, ficou claro que o Barcelona está num outro patamar onde o Milan de Allegri dificilmente chega neste momento.

 

By Tiago Luís Santos



publicado por Minuto Zero às 14:53
link do post | comentar

pesquisar neste blog
 
Equipa Minuto Zero'
Links
Também Tu Podes Participar!

Participa na Equipa Minuto Zero'

subscrever feeds
Arquivo

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010