Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2012
Lado B

“O Grande” Gil Vicente

 

 

No espaço de uma semana, o Gil Vicente derrotou dois grandes do futebol português: o FC Porto e o Sporting. Na 17ª jornada da Liga Portuguesa, o Gil Vicente banalizou o FC Porto, derrotando-o por uns claros 3-1, e, no passado sábado, o Gil Vicente afastou o Sporting do acesso às meias-finais da Taça da Liga, vencendo em Alvalade por 1-0.

Já antes de ter vencido o FC Porto e o Sporting, o Gil Vicente já tinha deixado uma boa imagem no Estádio da Luz, apesar de ter perdido por 3-1 com o Benfica. Aliás, em Barcelos, o Gil Vicente empatou a duas bolas com o líder da Liga Portuguesa de futebol.

Ocupando actualmente o 9º lugar da Liga Portuguesa, o Gil Vicente ameaça tornar-se na revelação desta temporada, tendo em conta que já “roubou” pontos ao Benfica e ao FC Porto, para o campeonato, e, já eliminou o Sporting da Taça da Liga.

O sucesso da equipa orientada por Paulo Alves assenta sobretudo no trabalho, no espírito de grupo e na qualidade individual de alguns jogadores, com destaque para Cláudio, André Cunha e Hugo Vieira.

Num sistema táctico em 4x3x3, o Gil Vicente tem estabilizado o seu onze inicial com Adriano Facchini na baliza; Daniel, Cláudio, Halisson e Júnior Caiçara no quarteto defensivo; Luís Manuel, Pedro Moreira e André Cunha no trio de meio campo, e, Rodrigo Galo, Richard e Hugo Vieira no tridente ofensivo, apresentando um futebol vistoso e atraente.

Adriano Facchini, guarda-redes brasileiro contratado no início desta temporada ao União da Madeira, oferece garantias de segurança à defesa do Gil Vicente.

Cláudio, defesa brasileiro de 34 anos, é o elemento mais experiente da zona defensiva do Gil Vicente, tendo já apontado 6 golos na Liga Portuguesa desta época, todos eles de cabeça e de grande penalidade, o que demonstra que Cláudio é muito forte no jogo aéreo e um especialista a cobrar grandes penalidades.

No meio campo, Luís Manuel (jogador formado no Sporting de Braga) e Pedro Moreira (jogador formado no Futebol Clube do Porto) detêm os contra-ataques das equipas adversárias, formando um duplo pivô muito seguro no meio campo defensivo do Gil Vicente. Também no meio campo, destaque para André Cunha, que aos 33 anos demonstra que “está aí para as curvas”, tendo marcado um golo fantástico ao FC Porto, sendo um jogador muito evoluído tecnicamente.

No ataque, atenção a Hugo Vieira, um jovem avançado português que tem despertado a cobiça de clubes estrangeiros, entre eles o Panathinaikos de Jesualdo Ferreira, e que alia a técnica à velocidade. Hugo Vieira é um jogador muito rápido, que marca golos e que semeia o pânico nas defensivas contrárias. Mais uma vez, não consigo perceber como é que FC Porto, Benfica ou Sporting ainda não resgataram este jovem promissor avançado português ao Gil Vicente. Pessoalmente, não tenho dúvidas em afirmar que Hugo Vieira é um dos melhores pontas-de-lança portugueses da actualidade.  

Para além do onze inicial que já mencionei, o Gil Vicente tem ainda jogadores no banco de suplentes com muita qualidade, como são os casos de Guilherme e Zé Luís (emprestados pelo Sporting de Braga). Já para não falar de César Peixoto, um jogador que vai acrescentar ainda mais experiência e também polivalência a esta equipa do Gil Vicente.

Por tudo isto, penso que pelo menos nesta semana, o Gil Vicente também foi um “grande” do futebol português, juntando-se a FC Porto, Benfica, Sporting e Sporting de Braga.

 



publicado por Bruno Carvalho às 11:56
link do post | comentar

pesquisar neste blog
 
Equipa Minuto Zero'
Links
Também Tu Podes Participar!

Participa na Equipa Minuto Zero'

subscrever feeds
Arquivo

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010